segunda-feira, 4 de junho de 2012

APAIXONE-SE

“Amanhã apaixone-se, porque o dia seguinte é o dia mais importante da sua vida é no dia seguinte que sabemos se o dia de ontem valeu a pena, é no dia seguinte que acordamos para a realidade ou dormimos no sonho. A vida da gente começa no dia seguinte e só existe uma maneira de viver, apaixonado. Por isso dance, dance como se ninguém estivesse vendo você, trabalhe como se não precisasse de dinheiro, corra como se não houvesse a chegada, ame como se nunca tivesse sido magoado antes, acredite como se não houvesse frustração, grite como se ninguém estivesse ouvindo, beije como se fosse eterno, sorria como se não existisse lagrimas, abrace como se fossem todos amigos, durma como se não houvesse amanhã, crie como se não existisse critica, vá como se não precisasse voltar acorde como se nunca mais fosse dormir de novo, faça sua próxima viajem como se fosse a ultima, vista-se como se não conhecesse espelhos, proponha como se não existisse as recusas, brinque como se não tivesse crescido, levante como se não tivesse caído, case como se não houvesse outra, mergulhe como se não houvesse medo, ouça como se não existisse o certo e o errado, fale como não existisse o certo e o errado, aprecie como se fosse eterno, viva como se não houvesse fim, prefira ser ao invés de ter, sentir invés de fingir, andar invés de parar, ver invés de esconder, abrir invés de fechar, apaixonar-se é um exercício de jardinagem, arranque o que faz mal, prepare o terreno, semeie, seja paciente, espere, regue e cuide, e terá um jardim, mas esteja preparado, porque haverá pragas, secas, ou excesso de chuvas, se desistir não terá um jardim, terá um descampado, a paixão não se vê, não se guarda, não se prende, não se controla, não se compra, não se vende, não se fabrica, a paixão é a diferença entre o sucesso e o fracasso, entre a duvida e a certeza, daqueles que gostam do que fazem e daqueles que fazem o que gostam, apaixonados não esperam, agem a paixão é o que faz coisas iguais serem diferentes, lembre-se que a arca de Noé, foi construída por apaixonados, que nada conheciam de navegação e embarcação e o Titanic foi feito por engenheiros profissionais fabulosos que queriam mostrar seu poder, amanhã quando acordar pense se hoje valeu a pena e apaixone-se, porque em vinte quatro horas você vai entrar no dia mais importante da sua vida, o dia seguinte.”

La carta del padre, para el Hombre Analógico.






“Para mi hijo, el escritor.

Algo que no repito demasiado… Te quiero.
Mi padre tampoco me lo decía mucho.
Creí que yo sería diferente, pero parece que no, supongo que me equivoque.
Lo intenté, pero en un momento vuelves a caer en lo que conoces,
Y lo lamento mucho.
Lamento que no hayamos hablado en un tiempo, porque te extraño.
Eres un bueno hombre, un hombre especial, gracioso.
Y eres mi único hijo.
Dije que nunca había leído tus libros, pero mentí.
Los leí todos.
Pero no sabía cómo comentar de ellos contigo.
No me gustaba los padres que tu describe en ellos. 
Un escritor se toma libertades,
Pero yo temía que talvez  tu no te hubieras tomado ninguna.
Pero esta es la cuestión. 
Los chicos se vuelven hombres, los hombres se vuelven esposos e padres.
Y hacemos nuestro mayor esfuerzo.
Usted está haciendo su mayor esfuerzo.
Lo has hecho bien.
Tus libros seguirán en las librerías anos después que nos dos estaremos muertos.
Y eso es importante.
Pero lo más importante es cómo tratas a tu familia.
No fui un esposo perfecto, pero amaba a tu madre.
Y me alegra que hayamos pasado toda una vida juntos.
Y aquí estoy si me necesitas.
Es todo lo que quería decirte.

Cariños, tu viejo padre.

P.S. Lo otro día vi los avances de tu película. Es una mierda. Talvez tenga rasión”.