quinta-feira, 29 de outubro de 2009

Desafinados


O encanto, o encontro com a magnífica raça humana pra mim, se dá quase sempre por afinidades artísticas. Artistas se comunicam com o mundo em uma freqüência democrática e depois decodificam tudo para a língua dos anjos, quando sonham, bebem, gozam, quando não dormem e criam.
O artista verdadeiro não anda como se estivesse acima das nuvens acima de todos e tudo, ele é simplesmente um operário, um operário da arte com o dever de encantar e fazer o mundo inteiro se apaixonar e às vezes esquecer nem que seja por um único, mesmo que mínimo instante tudo que esta em volta, para contemplar algo realmente belo e original.
Amo pessoas, mesmo sabendo que o meu cachorro, é melhor que muita gente. Hoje com trinta e quatro anos percebo que mesmo adorando estar com pessoas não me relaciono com elas tempo suficiente para criar um vinculo, ou melhor dizendo uma amizade. Amigos tenho dois, e é de um deles que vou falar agora. Eu ensinei a ele a apertar um baseado, a moda antiga é claro. E ele me ensinou a tocar violão. Pela nossa diferença de idade e por na época os estudos sobre intergeracinalidade do Mestre Juarez Sampaio da Faculdade de educação Física da UNB, que depois de formado tive o prazer de trabalhar, ainda não serem populares entre jovens não acadêmicos, impossibilitou a concretização da nossa amizade. Que mas tarde veio solidificar-se com a ajuda da música. Mas o que é essencial para falar desse excepcional músico e ser humano que consegue relacionar-se com a noite e seus encantos com extrema harmonia e talento, é que temos em comum, alem do extremo bom gosto para mulheres, é a sensibilidade de passar mais de uma noite só com mulheres incrivelmente inteligentes e que conseguem despertar em nos a verdade. E principalmete as mulheres que quando olham nos nossos olhos dão a impressão de que sabem exatamente a onde vamos chegar. O ultimo ponto em comum entre nos, mas não o menos importante, é que mesmo estando em paz em quase todas as vinte quatro horas do dia, essa paz propriamente dita, só é concretizada quando estamos entre as pernas de uma mulher intensamente interessante.
Trecho do filme, desafinados retrata muito bem o dia em que realizaremos o encontro das nossas artes.

Força, Liberdade e sucesso.

Desenho By João
Ps: Assistam ao filme.
video